O seu BLOG de Downloads é aqui !

domingo, 29 de dezembro de 2013

Anderson Silva sofre lesão durante revanche contra Chris Weidman e não recupera o cinturão dos médios no UFC


 segundo capítulo da história envolvendo Anderson Silva e Chris Weidman foi escrito quatro meses e vinte e dois dias depois da queda do ídolo brasileiro, em Las Vegas, na edição 168 do Ultimate Fighting Champioship, realizada neste sábado (28/12). Em jogo, o futuro do americano que perdeu tudo após uma tragédia em sua vida e do brasileiro que, em uma tragédia dentro do octógono, perdeu o título dos médios. Após ser nocauteado no segundo round no primeiro encontro, dando contornos dramáticos a esse "best-seller" das artes marciais mistas, o Spider teve sua revanche no último evento do UFC em 2013. Contando com a presença de outros quatro brasileiros no card, e apesar das críticas, o mundo parou para assistir o desempenho do lutador considerado o melhor da história do MMA.

Chris Weidman x Anderson Silva - Pelo cinturão peso-médio do UFC

As luzes se apagaram. Anderson Silva, no córner azul, entrou como desafiante ao cinturão da categoria dos médios. Era o momento da revanche. "It's time", Bruce Buffer anunciava. O maior campeão da história do UFC começava a sua batalha para reconquistar o título das mãos de Chris Weidman.

Tentando a queda logo nos primeiros instantes do primeiro round, Weidman recebeu uma resposta do ex-campeão, que se recolocou de pé. Entrentanto, conseguindo um knockdown na sequência, Chris Weidman aplicou um ground and pound agressivo quase encerrou a luta em sua primeira parte. Anderson Silva estava novamente em apuros e de costas pro chão por praticamente todo o assalto inicial.

Na segunda parte da luta, o inesperado aconteceu. Depois de aplicar um chute baixo, Anderson Silva fraturou sua perna e não teve condições de continuar no combate. Um triste desfecho na luta principal do UFC 168, que consagrou Chris Weidman como o ainda campeão dos médios do Ultimate.

Ronda Rousey x Miesha Tate - Pelo cinturão peso-galo feminino do UFC

As primeiras treinadoras de uma edição do The Ultimate Fighter americano, o TUF 18, protagonizaram o co-main event da noite no UFC 168. De um lado, a finalizadora Ronda Rousey. Do outro, a desafiante Miesha Tate. Em uma luta marcada por uma grande rivalidade dentro e fora dos octógonos, o reencontro das atletas marcou uma esperada revanche.

No Strikeforce, extinta organização adquirida pela ZUFFA, detentora do UFC, Rousey venceu a então campeã peso-galo Miesha Tate em março de 2012.

No último evento do UFC em 2013, o primeiro round do confronto entre elas começou eletrizante. Acertando bons jabs e até conseguindo uma queda na atual campeão Ronda Rousey, Tate não amoleceu perante o favortismo e a superioridade da ex-judôca olímpica, que quase conseguiu aplicar um triângulo no meio da primeira etapa do combate.

Indo pela primeira vez em sua carreira para o segundo round em uma luta de MMA, Rousey continuou aplicando belas quedas e levou o público presente ao delírio. Sofrendo com o ground and pound agressivo da campeã por toda a segunda parte da luta, Miesha conseguiu fugir dos armlocks e "sobreviveu" mais um round.

No terceiro assalto, o inevitável: vitória de Ronda Rousey por armlock. Cansada após conseguir desfazer as tentativas de finalizações nos dois primeiros rounds, Miesha Tate foi superada e perdeu a chance de recuperar o cinturão da categoria. 

Outros brasileiros do card principal decepcionam

Logo na primeira luta do card principal, mais um brasileiro entrou em ação. A presença de Diego Brandão, vencedor da edição 14 do TUF Norte-americano, apesar do resultado final do combate, demonstrou a determinação e comprometimento com o seu trabalho. Após sofrer um acidente de carro duas semanas antes do evento, Brandão foi pra luta, mas não foi páreo para seu adversário Dustin Poirier, que o superou por nocaute técnico no final do primeiro round.

Logo na sequência, foi a vez do também brasileiro Fabrício Morango enfrentar Jim Miller, lutador que protagonizou a luta que foi eleita a "Luta do ano de 2012" contra Joe Lauzon. No segundo combate do card principal envolvendo brasileiros, mais um revés. Ainda no primeiro round, após dominar o início do confronto, o brasileiro faixa preta de jiu-jitsu foi finalizado pelo americano, também faixa preta, com um armlock. 


←  Anterior Proxima  → Página inicial
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

MENU

Siga-nos Por Email

Transtornos !!

Seja Bem Vindo! Se algum link estiver quebrado avise-nos !
Desculpem pelo transtorno!

Mais vistos da Semana:

Total de visualizações

Social Icons

Banner

zGames Box - Tudo que um Gamer quer e Precisa

Seguidores